O homem normal, destrói seu própio lar.

sexta-feira, 10 de julho de 2009


Hoje eu descobri, que não basta estar viva para viver.
Eu sou um alguem singular, no meio de denominadores tão comuns, não por fazer fatos extraordinários, ou possíveis bens á humanidade. Ao contrário, não faço nada além do que não faria, faço tudo motivada por quem me guia. Posso parecer estranha, não na aparência física, mas pelo jeito que adotei de ser. Fisicamente não sou bonita, isso já é um ponto pacífico. Minha beleza, está nos olhos de quem me observa. Quem me olhar com simples olhos humanos, nada encontrará, sou tão comum como qualquer outro ser, porém se me olhares com certos olhos, olhos que nem todos os medíocres humanos possuem, poderá enxergar além. Engraçado que quem não possui o poder de entender a minha mente, deduz que a diferente sou eu, que a estranha sou eu, que a anormal sou eu. Mas será que alguém que apenas segue o seu próprio modo de viver, acredita em suas próprias verdades ou teorias, faz nao o que tem de fazer, o que seria mais viável, áqueles que a julgam, mas sim segue um rastro de conciência e o que faz, faz movida pela razão ou pela emoção, que tenta entender a mente humana, que diz coisas absurdas não pra esse alguem mas sim para aqueles que não possuem o poder de entende-la, que pensa não o que está na cabeça da maioria e sim o que está na cabeça desse alguem, será mesmo que essa, é a pessoa anormal da história? Sim eu estou falando de mim, a tão chamada anormal. Não entendo. Não entendo, como essa grande maioria prefere viver no tal do comodismo, e esquecem as próprias vontades, e decide seguir o ritmo da maioria. Não acho isso certo. Há dois tipos de pessoas no mundo, e uma não se mistura á outra. Como diz o rei Bob Marley, "há pessoas que amam o poder, e outras que tem o poder de amar". Parei para pensar ,quais os motivos do mundo ter chegado no estágio que está. Cheguei a uma conclusao de que os males, são movidos pela sede de Poder. O ser humano, corta uma árvore que o ajuda a respirar, somente pelo lucro que obiterá com aquela madeira. Pessoas que se dizem normais, constroem bombas atomicas, somente com o intuito de se dizerem mais poderosas.Aquelas pessoas que possuem o poder de amar, amam primeiramente o simples fato de estarem vivos, de terem tudo de graça pra viver, essas são as pessoas que poderão salvar o nosso planeta. Não sei bem a qual grupo pertenço, mas prefiro estar do lado daqueles que acreditam que um dia a vida vai mudar,e que não somente acreditam mas fazem algo para isso. Gosto de levar a vida á serio, mesmo sorrindo, mesmo brincando, sendo somente eu. Particularmente não acho justo, EU ser chamada de anormal ou louca, isso não me incomoda tanto, é até engraçado, porém não me conformo que pessoas que se dizem normais, contribuam tanto para a destruição da própria espécie, de seu próprio mundo. Pessoas assim, são dignas de pena, mais do que aqueles que vivem alienados e não dizem coisa com coisa, os assim chamados loucos. Louco é quem destrui o próprio lar. Louco é quem não sabe amar. Eu tenho medo dos humanos, um rosto simpático não quer dizer mais nada. O mais difícil para mim, é ter de crescer para o mundo me notar. Nao confunda isso com fama, não sou tão fútil ao ponto de fazer algom bom somente para ser notada. Eu gostaria de ter o poder de entender melhor a mente do ser humano. Sou diferente ao ponto de não estar preocupada com o meu próprio umbigo. Garotas da minha idade se preocupam com cabelo, maquiagem e namorado. A avulça da história sou eu. Creio que esses problemas são fúteis, e a solução deles não terão efeito se um dia tudo estiver acabado. Queria poder gritar pro mundo, e ir á luta. Tenho vontade de lutar pelo que acho justo, o que me faltam são as armas. Não, não armas quimicas, o que está mais na moda, e nem armas letais, e sim armas do bem, armas que poderão ajudar a quem tem a mesma vontade, á lutar por um mundo melhor, um mundo em que o que prevaleceria não é a vontade de ser melhor que o outro ou ter mais poder, seja la qual tipo de poder, mas sim um mundo em que as pessoas pudessem evoluir, pensar em seus atos, fazer tudo movido pela vontade de ser melhor do que si próprio. Não quero apenas sonhar com um mundo novo, quero poder construí-lo. Eu desejaria que meus amigos se preocupassem mais com a nossa vida daqui a 20 ou 30 anos, e não com coisas fúteis que confesso, até eu me preocupo ás vezes. Esse é um sinal humano, e eu sou apenas uma humana, fraca, que tem o poder de pensar, o poder de amar (talvez), e que acredita que um dia o ser humano vai poder evoluir novamente, e não retroceder cada vez mais até o fundo do abismo, como estamos vendo hoje.
Isso tudo pode ser meio vago, e não pertencer á minha realidade. Mas pertence, e eu irei fazer o que me for possível, e nunca deixarei de ter esperanças.

Por Nay.

15 mil comentários:

Gúh! disse...

Caramba, como você escreve bem !

Belo texto, muito bem colocado :)

E o layout ?? Muito bom o banner !

PHOTOSHOPMASTER !

Euzer Lopes disse...

Desabafo!
Quantas toneladas você tirou de sua alma quando escreveu esse texto?
Porque ele foi simplesmente maravilhoso, comovente.

dmscontos disse...

Algo inútil? Que nada, você escreve tão bem, de um jeito literário, gostei.

dmscontos disse...

Ah, Como assim textos humoristicos? Esse do gato preto não é meu, é do Edgar Allan Poe, ainda não postei todo :O Vou ver se faço um livro depois.

LADY DARK ANGEL disse...

ADOREI O FUNDO AI Q VC COLOCOU E AGORA ME ESKECI COMO SE CHAM E VOU DIZER Q EU GOSTEI DO SEU PAPEL D PAREDE(KARAMBA MINHA MEMORIA DA PESSIMA)
MUITO BM ESCRITO ESPERO Q FAÇA DESCOBERTAS CONSTRUTIVAS AO LONGO D SUA VIDA
BJOS

dmscontos disse...

É bom ser sentimentalista as vezes :3 Já fiz muito poema com sentimento. Ah, mas agora só escrevo contos, queria que alguma editora me descobrisse *-*

LADY DARK ANGEL disse...

KKKK LEMBREI O NOME É TEMPLATE
BJOS

Vini e Carol disse...

Que desabafo esse texto, você escreve muito bem.
E enquanto o homem não tomar consciência de seus atos, não vai pra frente.

Beijos, Carol

Vini e Carol disse...

Desculpa por dar idéia do final do filme, ou do livro, ahh nem contei tudo só resumi um pouquinho. Mas é emocionante vale a pena mesmo ver e ler. E seu cachorrinho deve estar bem sim, ele pode ficar doentinho, ou preguiçoso às vezes que não quer dizer muita coisa.

Obrigada pelo comentário.

Beijos, Carol

PanPum Flûor disse...

muito legal o template (:
texto maravilhoso, achei o começo genial, todo seu ?


oakso, não :$ to com 17 ^^'

Jonathan disse...

Olá, baby, eis me aqui.

Amiga, nós somos diferentes, o ser humano é repugnante, é um vírus que destró o seu lá e sua própria raça, é uma praga como diz no "Matrix"

Eu sendo humano sei que sou podre, porém de minha podridão ainda nasce belas flores ;)

beijocas e obrigado pelo comentário, quando quiser apareça.

Vou aparecer sempre por aqui ;)
http://librianodoamor.blogspot.com/

Hique disse...

Eu detesto ver a grande massa seguindo junta, idiota junta, ao mesmo nada, toda imbecil junta.

Enquanto eu e nós e vocês, chatos, vamos para o outro lado.

PanPum Flûor disse...

xD eu te indiquei a um selo, la no meu blog :D

passa la

Sena do Aragão disse...

Já disse Rubem Alves: "O povo é uma prostituta que se vende a preço baixo." fazendo uma crítica ao fato desse negócio de muita gente junta ser algo perigoso. Pois o povo em sua maioria gosta daquilo que é fácil e que parece agradável. Diferente do indivíduo, o povo tem preguiça de pensar.
Quanto às armas, você tem a sua. Continue escrevendo e plantando uma semente. De qualquer forma podemos ao menos tentar mudar algo.

Há lembrando... ontem foi Dia de Proteção às Florestas. Que possamos refletir.

ótimo artigo.

Bom fim de semana!

(aguardo a visita)

Tuta disse...

Nao curti suas ideias --.