Boteco totalmente inutil

domingo, 17 de maio de 2009


Sabe, eu tava querendo enxer a cara para afogar as tristezas, esquecê-las..
Da pra abrir a porta aÊ?
Já que o buteco não abre... comprei ali uma garrafinha de plástico,com uma dessas pinga sem vergonha,vagabunda, ali no posto de gasolina... E me fez pensar que o meu carro poderia funcionar com isso :S, claro, se eu tivesse um carro...
Fico pensando... e vasculhando, filosofias inuteis!Só para distrair a tristeza, e sabe que uma frase, Uma bela frase!... Me chamou a atenção :

Eu faço a diferença!
É fazendo merda, que se aduba a vida!

Então acho, que a vida ficou muito mais fértil...
Com a minha existência.


...tah piorando
o.O""

Pelo que eu entendo o universo sempre existiu , o conceito é meio absurdo , mas eu não vejo o big bang como um inicio , mas sim como uma fase , assim sendo , o universo esta em expanção agora(comprovado,comprovadíssimo!-Hic), esta em um movimento retilineo uniformemente variado (comprovado,Comprovadíssimo- Hic Hic), em um dado momento ira parar de acelerar (proposto,é o que dizem -hic),ira começar um movimento retrogrado onde, num outro determinado momento toda a matéria existente estara tão compacta que a pressão e temperatura irão propiciar uma grande explosão (um novo big bang-Hic ) reiniciando o circulo ...é o que eu acho ...assim sendo a lei de conservação de energia é absolutamente válida ...

mas......... perai ?!!!!

se é um ciclo continuo , sera que em uma outra era as coisas não aconteceram exatamente iguais as que acontecem agora ?

hiccc hic
aiai ;~~

agora axo que vou conseguir dormir... ou desmaiar...

ZzzZzzzzzzzzzZzZZzzZzzz

By me

11 mil comentários:

Jairo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Euterpe disse...

humm, tem sempre um dia q todos queremos afogar as magoas...

Jairo disse...

Gostei muito do blog ta de Parabens

Doki☺Heytor disse...

Se tudo que vai acontecer jah aconteceu um dia...isso quer dizer que jah fui muito azarento kkkkkkkkkk

(in)delicadas disse...

opa, parceria?
é só explicar direitinho que estamos dentro! xD

jess

Garota Anônima disse...

Sou adepta da pinguinha de posto o/
vinho de 2 reais... bebida barata é o que há *-* UIHSIUSUISH

BirdBardo Blogger disse...

De fato sua pinga fora forte o bastante para ver o ciclo das coisas. Na natureza nada se cria, mas tudo se transforma isso é uma frase que rebate o bigbang. Já que ele foi a força criadora do universo. Agora crer em Deus para explicar tudo é a maior tolice que o homem faz, além de ter inventado o mesmo...

Minerva 02 disse...

hehehehehe
Adorei esse post...
è toma umas pra afogar as magoas, nem sempre é a saida, mas pelo menos distrai kkkkk

http://celtasim-h.blogspot.com/

JOão disse...

Nossa!! Vc entende mesmo do big bang. Mas não tem jeito. No fim, tudo é o começo. sauhsuahsuahsauhsuah
Não acredito que escrevi issooO.

http://listadeideias.blogspot.com

Marcos Vinicius Lima de Almeida disse...

Concordo com vc. As coisas sempre existiram. Por mais absurdo que possa parecer, a bem da verdade, é muito mais coerente do que as coisas vindo de um "nada" anterior... Afinal de contas como é que alguma coisa pode vir do nada? Então sempre existiram...

"se é um ciclo continuo , sera que em uma outra era as coisas não aconteceram exatamente iguais as que acontecem agora ? "


Sim elas se repetem exatamente da mesma maneira. Se a quantidade de matéria é finita, e o tempo é infinito (porque é cíclico), num dado momento as combinações se repetem... E tem um filósofo bem famoso que concorda com isso também - Nietzsche. Ele tem uma teoria que se chama ETERNO RETORNO... vale a pena dar uma espiada...

até mais.

ps. Essa cachaça aí osso. rss

Marcos Vinicius Lima de Almeida disse...

"E se um dia ou uma noite um demônio se esgueirasse em tua mais solitária solidão e te dissesse: "Esta vida, assim como tu vives agora e como a viveste, terás de vivê-la ainda uma vez e ainda inúmeras vezes: e não haverá nela nada de novo, cada dor e cada prazer e cada pensamento e suspiro e tudo o que há de indivisivelmente pequeno e de grande em tua vida há de te retornar, e tudo na mesma ordem e sequência - e do mesmo modo esta aranha e este luar entre as árvores, e do mesmo modo este instante e eu próprio. A eterna ampulheta da existência será sempre virada outra vez - e tu com ela, poeirinha da poeira!". Não te lançarias ao chão e rangerias os dentes e amaldiçoarias o demônio que te falasses assim? Ou viveste alguma vez um instante descomunal, em que lhe responderías: "Tu és um deus e nunca ouvi nada mais divino!" Se esse pensamento adquirisse poder sobre ti, assim como tu és, ele te transformaria e talvez te triturasse: a pergunta diante de tudo e de cada coisa: "Quero isto ainda uma vez e inúmeras vezes?" pesaria como o mais pesado dos pesos sobre o teu agir! Ou, então, como terias de ficar de bem contigo e mesmo com a vida, para não desejar nada mais do que essa última, eterna confirmação e chancela?"»
Nietzsche